onde andas Deus meu?

a vida está boa para os vigaristas , bandidos e afins… que por sua vez, conhecem outros que se movem nos mesmos antros, e a teia vai crescendo, com regras próprias dos sem vergonha que tomam como certa a lei :  ” uma mão lava a outra”…

quando leio as noticias, e estas são diariamente devastadoras, ou tomo conhecimento de actos menores entre gente conhecida, sinto que a honra é uma palavra sem significado. sinto-me impotente e aparece um ódio de morte que eu tento a todo o custo esquecer, apenas porque me faz mal a mim e só a mim.

eu não sei o que pensam as pessoas que têm descendentes, se se escondem, ou se sentem confiança no mundo que vão deixar, a herança é muito pesada, demasiado pesada.

ganham-se batalhas, luta-se por ser melhor, para que tudo à nossa volta seja o mais normal possível e damos conta de que subimos lentamente e com um grande fardo às costas, sempre, sempre.

a leveza da subida é apenas momentânea. quando pensamos que temos um tempo para respirar e ganhar forças eis que aparece qualquer coisa para nos inquietar, para nos fazer peso aos dias e sobretudo às noites.

esta vida não pára!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s