quando chega a nossa vez …

a verdade é que não sabemos nada até que não chegue a nossa vez.

podemos falar, ler, ter contacto com as coisas, situações e sentimentos, mas, da doença, da perda, solidão, julgamento, saudade, descriminação, pobreza, da abundância, ingratidão, esquecimento, medo, paixão… tanta coisa, tanta coisa que a vida nos mostra e dá… este processo de aprendizagem é infinito… só sabemos mesmo, o poder que temos, a nossa força, quando lá estamos. só depois de passarmos por lá, só depois de chegar a nossa vez, quer nos bons, quer nos maus momentos, ficamos a saber do que somos feitos .

e chega, a nossa vez chega, a vida dá tanta volta!…

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “quando chega a nossa vez …

  1. E mesmo que seja um lugar comum, por vezes temos a vontade de dizer “been there…” – costumo dizer que comecei a viver quando perdi (quase) tudo. Ficaram as pessoas que amo – a minha filha, os meus pais e a minha irmã. E mesmo que não faça puto de ideia o que será a minha vida daqui a um ano, vivo um equilíbrio sereno neste ritmo que a outros parece estranho. “É desta massa que sou feita, mesmo que a cada dia descubra um ou outro ingrediente”! Beijinhos

    Gostar

    • Paula e assim aconteceu comigo também, conseguir essa serenidade tirada do que para outros seria o caos … quando passam as tempestade,s saímos mais reforçadas e com outro olhar sobre as coisas…
      já dizia alguém :”ninguém disse que seria fácil, apenas que valeria a pena” e acho que no fundo é isto!
      beijo enorme 🙂

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s