qualidade de vida

conto pelos dedos de uma mão as vezes que corri para apanhar um autocarro ou tram (tipo eléctrico) em Genève, não vale a pena, o máximo que pode acontecer é ter de esperar 5/8 minutos pelo próximo, ou atravessar a rua e ter outra opção de trajecto. é fantástico! com a aplicação dos horários dos transportes, sei exactamente o que devo apanhar, onde sair e o tempo real de chegadas e partidas. aqui não preciso de carro dentro da cidade no dia a dia.e depois a pontualidade é mesmo a imagem de marca. ao minuto!

mas, se quiser sair para fora da cidade, um bilhete de comboio tem um preço de fazer desmaiar qualquer um. (há viagens de avião mais baratas 😀 )

hoje chovia. é raro usar guarda chuva. a chuva não dá para lavar carros, como em Portugal, e depois pouco se anda a pé. as paragens são tão próximas que não vale a pena …

as temperaturas negativas estão a chegar, um gorro, cachecol e um casacão, resolvem o problema. sempre com manga curta, ou qualquer coisa leve vestido, porque assim que se entra no transporte publico ou no emprego, loja, café, o calor, o aquecimento sente-se logo .

gosto de passar o inverno aqui. aliás, prefiro o inverno aqui,

e é isto a qualidade de vida…transportes, correios, escolas primárias, farmácias, supermercados, cabeleireiro, bancos  … para tudo isto, não se anda mais de 5 minutos a pé, até encontrar um.

as saudades ferem… mas temos estas pequenas coisas que nos aconchegam…

Anúncios

11 pensamentos sobre “qualidade de vida

  1. Tessa leste isto a correr. Eu comprrendo. Eu estou é na Argélia. E foi aqui que mataram o dito francês, se é que ele existe…, mas isso seria uma longa conversa. No fundo o que fazem à Argélia é o mesmo que fizeram a Portugal, mas para conseguirmos fazer estas leituras nao é facil.
    o E.I. foi inventado pelos EUA com a conivência da França, para justificarem a guerra e a exploraçao dos recursos destes paises.

    Gostar

    • desculpa Jorge, o teu comentário é super interessante…e deves de ter tanta coisa a contar…
      eu achei que estavas a falar de Portugal, li a correr na diagonal, e tive logo a reacção de defesa, de não querer saber… foi instintivo …bom partilhar experiências , havia coisas que não tinha conhecimento.
      não foram os EUA que criaram os muçulmanos radicais, nem as decapitações televisivas … é demasiado bárbaro . talvez tenham criado o caminho para eles se multiplicarem , isso acredito. é tudo tão obscuro …e a vida podia ser tão simples ……..
      (ps: o meu médico aqui é muçulmano e é a pessoa com maior coração que conheci até agora.)

      Gostar

      • Esta entrevista é feita por arabes-muculmanos e o entrevistado explica do minuto 6 aos 12, quem financia o terrorismo (EUA, Qatar e Arabia Saudita). Os EUA atacaram o Kadafi e o Saddam porque eram ditadores.., mas os Paises mais repressivos entre os muculmanos, Qatar e Arabia Saudita, sao os grandes amigos dos EUA. Isto so nao vê quem nao quer.
        As estratégias de guerra mudaram imenso.
        Hoje, a meslhor é: apoiamos 2 grupos rivais dos nossos inimigos e eles matam-se entre eles, ganhamos a guerra sem darmos um tiro. é o maximo !
        O Hamas palestiniano foi criado por Israel para dividirem a OLP. A OLP perdeu a aurea que tinha e passou a concentrar-se na divisao interna e na oposicao do Hamas.

        Um dia, uma jornalista francesa perguntou a Salazar: porque é que Portugal nao saia das colonias? E ele respondeu: porque se sairmos, outros tomarao o nosso lugar !!!
        A proposito de ditadores, parece que o Eduardo dos Santos ja vai em trinta e tal anos de poder e ninguém diz nada. Agora até podem investir legalmente em Portugal com os desvios que fazem de Angola.
        Enfim, como dizem os franceses ils nous prennent pour des cons !

        Gostar

      • ninguém percebe o que está a acontecer.poderia por-te aqui “n” videos a dizer o contrário sobre quem os financia…

        para mim são milhares de homens que formam seitas, misturam-se com a população e fazem uma guerra bárbara espalhando o terror…
        só espero que não se lembrem passar o mediterrâneo !

        Gostar

  2. Aqui também ninguém corre para o autocarro, pois têm 1 hora ou 2 para esperar, em pé, ao sol ou à chuva, depende do S. Pedro. Quando chega, carrega mais de 80 pessoas, tendo apenas uns 30 lugares sentados. Dizem… que o odor é nauseabundo. Eu, felizardo, nunca apanhei os ditos, conduzo no meio da barafunda total, que só quem o faz é que pode ter uma ideia do que quero dizer. De 2 faixas de rodagem fazem facilmente 4 e por vezes 5. Regras de trânsito ? Isso é o quê ? É o salve-se quem puder, a prioridade é simples : quem chega primeiro e enfrenta o caos é que tem a dita prioridade…
    Escolas ? Aos molhos, milhares e milhares de garotos, alguns pedem boleia prá escola. Esquisito.
    Mas o país não é rico ? Riquíssimo, até emprestaram dinheiro ao FMI, para este emprestar a Portugal! Dívida externa não tem, e a liquidez do Estado está em cerca de 250 MM de dólares, aplicados aonde? Na dívida externa dos EUA! Pois claro! E, digo eu, ai deles se deixarem de comprar dívida externa americana, seria o fim desta podre paz. É, o mundo actual que temos e vivemos… Em 200 países, apenas 2 ou 3 terão este balanço financeiro talvez a Suíça e a Noruega.
    Isto é apenas uma pequena amostra do que é o outro lado do mundo, o tal 3° mundo, que tanto se fala e pouco se percebe. Nem 500 páginas chegariam para o descrever. Mas tenho a certeza que existe o 4° mundo e até o 5 ° mundo, portanto, comparativamente, consolo-me… sabendo que há bem pior!

    Ontem, tivemos uma linda cereja em cima dos milhares de frustrações: decapitaram um turista francês que tinha sido raptado há 3 dias.
    Hollande, aproveitou logo e disse: Hervé Gourdel foi assassinado por ser francês, porque a França combate o terrorismo islamita. Espero, sinceramente, que o Hollande desta vez tenha razão e que não se engane, pois desde que inventaram os danos colaterais, desconfio sempre destes gângsteres que nos governam!
    P.S. : não existem turistas estrangeiros na Argélia!
    Hoje estou deprimido! Muito mesmo!

    Gostar

    • Eu só de pensar fico deprimida Jorge, o facto de sentir a nossa apatia e impotência para resolver toda a porcaria que fizeram durante décadas assusta-me, revolta-me, e a única solução que encontro, é muito radical…mas isto sou eu, que não tenho nada a perder…
      é que nem a justiça funciona, e o mal, começa e acaba aqui.
      Por outro lado, como também não tenho, quem nada tenha a perder, consigo esquecer e dizer: que se lixem!
      Talvez seja uma forma que encontrei, para poder continuar com a minha vida errante e distante.
      Virei as costas a isso tudo…
      Sinceramente é tudo tão mau, e falar sobre o que se passa aí faz-me sentir que estou a perder tempo…
      Sozinha, fiz pela vida. Só eu e Deus sabemos das dificuldades, mas foi a lutar, porque o meu feitio não é cruzar os braços, que recomecei tudo de novo.
      Culpam Salazar porque não havia liberdade de expressão, mas desculpam ladrões porque comem com eles…
      Desisti, desisto, a bem da minha sanidade mental…
      Quanto à ameaça do E.I. é mesmo de a ter em conta… não me vou alongar porque não lhes quero dar protagonismo. Eu tenho-me preocupado mais com as questões mundiais, do que propriamente com Portugal…e digo-te Jorge, que aguardo este assunto com muita apreensão… mexeram na pólvora.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s