a vida faz o resto …

lembrei-me de coisas passadas que se tornaram coisas do dia a dia. olhar para nós, calar mais, gritar as vitórias apenas depois de as vivermos e saboreáramos no nosso interior… passou a ser hábito em mim.

cansamo-nos de ser dedicados em vão, de tudo dar sem haver retorno. mesmo que não seja esperado é bem vindo pelo menos quando se precisa . e o que acontece é sempre, ou quase sempre isto: olhamos à volta e não há ninguém que nos ajude a levantar… a mão estendida vem sempre de quem menos se espera. e a nossa força interior que nunca se esgota quando é necessária (encontra-se sempre mais , e mais, dentro de nós) faz o resto.

talvez até faça sentido. e seja o ciclo da vida , a ordem arbitrária das coisas, não sei.

sempre ouvi dizer : ” fazer bem sem olhar a quem” e não há outra forma. mas com o tempo, e de desilusão, em desilusão, vamos seleccionando as pessoas a quem dedicar o nosso tempo … e aprendendo também, a não nos esquecermos de nós.

guardar mais as alegrias, e até as dores, partilhar menos, esperar pelo tempo certo, porque a vida muitas das vezes se encarrega do resto …não gastar tempo, nem energias, nem palavras, com o que não interessa, olhar mais para nós, passa a ser a forma. de agir .

e depois há ainda aquela frase : “o calado vence sempre”.

há um tempo de perder e um tempo de vencer… e nos intervalos basta confiar e ter FÉ .

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s