sem horas

detesto estes dias, iguais a tantos outros, em que nada acontece, nada se produz .

uma dor no braço tira-me o ânimo e deixa-me neste estado. as horas passam e eu quero que passem o mais depressa possível para sair desta letargia em que me encontro. em dias assim, sem obrigações como hoje, o dia para mim começa às 5 da tarde. só a esta hora me chega a energia, e não gosto nada que isto aconteça.

a esperança está cá dentro, a vontade também. as desculpas do que me incomodava chegaram ontem pelo telefone, e a vida avança , mas pouco. quero que avance a MIL.

amanhã há vida imposta, e depois mais 3 dias para inventar.

sexta sábado e domingo – estudar, fotografar, passear pela cidade.

espero estar melhor, espero ter vontade, espero aproveitar o sol que resta deste verão .

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s